All for Joomla All for Webmasters

E Entrevistas

Entrevista YELLOWCARD

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Com mais de uma década de história e retornando de um longo hiato, os norte-americanos do Yellowcard retornaramm ao Brasil para mostrar que estão mais vivos do que nunca! Donos de apresentações elogiadíssimas no país, a banda conta hoje com Ryan Key (vocais, guitarras), Sean Mackin (violino, vocais), Benjamin Harper (guitarra), Longineu Parsons (bateria) e Peter Mosely (baixo).

O Passagem de Som falou com o vocalista Ryan Key sobre toda a história da banda e sua ligação com o país, além de diversos assuntos, confira a entrevista com o líder do Yellowcard.

Yellowcard
Entrevista realizada com Ryan Key

Turnês no Brasil
Ryan: Eu lembro que os shows no Brasil foram totalmente esmagadores. A energia que vinha do pessoal era algo que nunca tínhamos experimentado antes. É sempre bom retornar e ter essa sensação maravilhos de novo.

Recepção às novas músicas
Ryan: Eu acho que essa foi a melhor reação a músicas novas em uma apresentação ao vivo que já recebemos. As pessoas estão realmente se identificando com as músicas.

Brasil
Ryan: Nossa recepção no Brasil foi uma total surpresa. A gente não tinha a menor ideia da quantidade de pessoas que estaria nos shows. E os shows foram gigantescos! Foi uma bela surpresa.

Importância dos fãs
Ryan: Não sei a resposta certa para essa questão, mas posso dizer que somos muito gratos por ter fãs tão incríveis, que nos dão apoio durante todos os altos e baixos.

Diferencial
Ryan: Acho que ter um violinista na banda realmente ajudou a nos separar da massa. O Sean é uma parte vital do que fazemos, no palco e no estúdio.

Música Brasileira
Ryan: Infelizmente não conhecemos muito da música brasileira. Ainda não descobri nenhuma banda, mas sintam-se à vontade para fazer recomendações!

Influências
Ryan: Temos uma longa lista de influências. Antigamente eu me inspirava no que se pode chamar de rock alternativo, eu acho. . Nirvana, Pearl Jam, Radiohead, Weezer, Foo Fighters, Green Day e outros. Depois eu comecei a ouvir muito as bandas do festival “Warped tour” nos anos 90, como NOFX, Lagwagon, No Use For a Name etc. Deppis disso, me apaixonei por bandas como like Saves the Day, Lifetime e The Get Up Kids. Tem sido uma jornada musical divertida.

Lembranças
Ryan: Eu acho que estar no palco em São Paulo no Festival da Mix em 2006 foi um dos momentos mais incríveis de toda a nossa carreira. Que show, aquele!

Futuro
Ryan: Nós vamos estar em turnê até o final desse ano. Temos muito trabalho a fazer, depois de termos ficado 3 anos fora do palco. Precisamos mostrar para o mundo que estamos de volta em ação.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais